Para começarmos bem por aqui: Você sabe o que é um site responsivo? Se não, eu te explico!


Um site responsivo é construído para se adaptar a todo tipo de resolução de tela, sem nenhuma distorção. Ele reconhece a resolução de cada dispositivo, o espaço disponível e como o conteúdo será disponibilizado. O site responsivo adapta as dimensões das fontes, imagens e demais elementos, para que fiquem em perfeita exibição. Em palavras descomplicadas: ele se adapta à todo tipo de tela, seja de computador, celular, tablet ou outro dispositivo.


Incrível, né? Agora te darei 5 motivos para fazer um site responsivo para a sua empresa agora mesmo! Vamos lá?


1) O acesso por dispositivos móveis está crescendo muito! De acordo com a empresa de inteligência SEMrush, mais de 50% do tráfego na internet no Brasil é realizado por meio de smartphones. Além disto, mais de 55% das buscas do Google são feitas por dispositivos móveis.

E se o seu público estiver dentro desta porcentagem? Você poderá perder muitos clientes em potencial. Seu site precisa estar adaptado a qualquer tipo de tela para entregar ao usuário tudo de melhor que sua empresa tem a oferecer! 2) Você pode aumentar as chances de ser encontrado em pesquisas no Google! Boas notícias pra você: o Google favorece sites responsivos. Quando a busca é feita via dispositivo móvel, ele dá preferência a estes sites, aumentando de forma natural o trafego orgânico. Nada melhor do que melhorar os resultados sem pagar um centavo, né?


3) A experiência do usuário deve ser sua prioridade! É muito importante que seu usuário encontre tudo o que procura da maneira mais rápida e simples possível. Isso fará com que você não o perca no meio do caminho.

De acordo com Google Think Insights, quando um usuário acessa sua página por um dispositivo móvel e não encontra o que procura, há 61% de chance de ele desistir e procurar outro site. Mas, por outro lado, se ele ficar satisfeito e tiver uma boa experiência em seu site, as chances de ele virar cliente e comprar seu produto são de 67%.


4) A velocidade do seu site pode ficar ainda melhor Existe uma recomendação do Google PageSpeed Developers de que o carregamento de um conteúdo acima da dobra em dispositivo móvel seja de até 1 segundo. E o carregamento da página completa de até 2 segundos. Um site responsivo é mais leve e adaptado para dispositivos móveis e, por isso, carrega bem mais rápido do que uma versão desktop. Interessante, né?


5) Você pode gerar mais compartilhamentos nas redes sociais

Cerca de 88% da população brasileira acessa redes sociais atualmente e, a maior parte destas pessoas, acessa pelo aparelho celular. Por isso, nada mais inteligente do que ter o seu site responsivo. As chances dos usuários encontrarem seu site e se tornarem clientes se tornam muito maiores se tiverem uma experiência agradável na navegação.


E então? Que tal criar um site responsivo agora mesmo? Venha fazer seu site com a gente!




Atualizado: 17 de Mai de 2019



Antes de mais nada, você pode estar se perguntando o que são esses tais de KPIs, não é mesmo? Bom, KPI significa Key Perfomance Indicador, ou seja, Indicador-chave de Desempenho. Esse indicador serve para medir o desempenho de uma empresa em seus processos e, por meio dos resultados, colaborar para o melhor caminho em direção a seus objetivos de negócios.


Você pode estar com outra pergunta na cabeça agora: qual é a utilidade desse indicador na minha vida? Bom, se você precisa organizar suas metas para melhorar os resultados da sua empresa, deixando isso de forma clara para seus colaboradores, KPI será sua salvação! Se você é um profissional de marketing e precisa mostrar resultados para seus líderes de forma mensurável e organizada, KPI também será sua salvação! Por meio do Indicador-chave de Desempenho, você pode definir os seus alvos principais, que juntamente com sua estratégia de marketing, levarão você em direção aos seus objetivos.


Para definir os KPIs corretos no marketing digital, você precisa voltar aos seus objetivos de negócios. Se sua meta é aumentar as vendas, métricas como números de curtidas, compartilhamentos, retweets, seguidores e exibições de página, não serão as métricas mais importantes a serem avaliadas. Mas, se sua meta for a conscientização, seguidores, alcance e page views podem ser mais importantes para você.

Vamos entender isso melhor?

Existem quatro categorias de KPIs de mídia social, e a maioria de seus alvos deve se enquadrar nessas áreas. 1) Alcance 2) Engajamento 3) Retorno do investimento ou ROI 4) Retenção e lealdade


1) Vamos começar analisando o Alcance? Esses KPIs tendem a ser os mais fofos e se voltam para o que muitos pensam ser métricas de vaidade (números que parece bons a primeira vista, mas que não resultam em engajamento real ou vendas), mas se suas metas de negócios estão ligadas à conscientização da empresa e à atingir o maior número possível de usuários qualificados, esses podem ser os KPIs que você deseja medir.

-Contagem de seguidores: quantas pessoas seguem seus canais sociais. -Impressões: com que frequência seu conteúdo é visualizado. -Menciona: quantas vezes sua marca é mencionada nos canais sociais. -Compartilhamento de voz: quantas pessoas estão falando sobre sua marca versus a concorrência.

2) O Envolvimento é o próximo. Esses KPIs demonstram o envolvimento do seu público e como eles podem estar interagindo com seu conteúdo, o que geralmente é um indicador melhor do que o alcance quando se trata de medir o sucesso de suas campanhas. Os seguintes KPIs medem como as pessoas estão agindo em relação à sua marca:

- As curtidas ou favoritos indicam que seus espectadores apreciam o conteúdo. Esta é uma ação simples e, muitas vezes, uma das maiores menções de vaidade, mas permanece útil para medir se o conteúdo é interessante. - Comentários indicam envolvimento direto com seu conteúdo. - O compartilhamento e os retweets demonstram que seu público se importa bastante com o conteúdo e deseja que os outros saibam disso. Também aumenta o alcance e a conscientização. - Classificações e avaliações de clientes demonstram forte envolvimento e opinião. Eles também são um dos maiores indicadores para outras pessoas de que vale a pena comprar um produto ou serviço. - Os links de sites de entrada das mídias sociais mostram que seu conteúdo é interessante o suficiente para o seu público clicar no seu site.




3) Medir o ROI (Retorno do investimento) da mídia social e conseguir leads são metas que muitos vendedores e executivos almejam. Embora sejam mais difíceis de conduzir, esses são os tipos de KPIs que podem afetar diretamente os resultados finais da empresa. Isso significa que os executivos podem estar mais abertos a ouvir propostas de sua equipe de social quando se trata de pedir orçamento ou número de funcionários adicionais para atender a essas metas de negócios. Alguns desses KPIs incluem:

- Receita de vendas diretas de mídias sociais, como pedidos que chegam de um cupom ou links em seu website que levam à compra. - Liderar conversões de campanhas de mídia social. Isso pode variar de empresa para empresa, mas pode incluir inscrições de e-mail, downloads de materiais como um e-book ou ativações de software de avaliação. - Custos de suporte por cliente. Se sua meta de negócios é reduzir os custos das chamadas de suporte ao cliente, por exemplo, você pode definir KPIs para quantas chamadas você pode compensar, ajudando-as em seus canais de mídia social. - Valor da vida útil. Essa é a receita projetada que um cliente gera em sua vida útil. Existem várias maneiras de calcular esse número e como você adquire o cliente - nesse caso, por meio de mídias sociais, especialmente jogos de aquisição e pontos de contato do cliente - isso afetará o valor da vida útil.



4) Por último, mas definitivamente não menos importante, é a Retenção e Lealdade. Se suas metas de negócios estão centradas na excelência do atendimento ao cliente ou na retenção de clientes, seus KPIs sociais devem ser alinhados para refletir isso. Considere o seguinte:

- Avaliações e classificações de clientes: mencionadas anteriormente, são uma medida fantástica de como seus clientes pensam sobre sua marca e seus produtos. - Os problemas resolvidos demonstram como você está se saindo (ou não) cuidando de seus clientes por meio das mídias sociais. - Outra métrica a considerar em conjunto é o seu SLA ou contrato de nível de serviço. No espaço social, o SLA geralmente se refere a quanto tempo se passa entre quando um cliente chega e quando há uma resposta. Tenha em atenção que uma resposta nem sempre significa que o problema foi resolvido, o que pode ser outro KPI a considerar.

- Tempo para a resolução: quanto tempo leva para uma pergunta recebida da mídia social receber não apenas uma resposta, mas uma resolução. - Satisfação do cliente: geralmente é acompanhada por uma pontuação de promotor de rede. Isso dá a você a sensação de estar ou não trabalhando para o serviço de atendimento ao cliente. - O sentimento é uma métrica difícil de avaliar, mas é importante porque o sentimento informa o que as pessoas estão pensando e sentindo sobre sua marca. Isso está negativo? Talvez o seu KPI deva ser definido para mudar esse saldo para positivo.



E, para terminar, certifique-se de rever seus KPIs em uma base de seis meses a anual. O mundo das mídias sociais não apenas muda - e rápido - mas seu negócio também muda! Se suas metas de negócios mudarem, seus KPIs provavelmente precisarão ser reformulados também.

Agora você tem a base para o desenvolvimento de KPIs que ajudarão você a provar o valor de seus esforços de mídia social! :)

Atualizado: 3 de Mai de 2018




1. Inclusão no mundo digital

Hoje, 120 milhões de pessoas tem acesso à internet no Brasil. Um número altíssimo que só se compara com as grandes potências mundiais. Isso significa que a melhor forma de chegar até o seu público é através do mundo digital. A internet deve ser aliada do seu negócio hoje e sempre. É preciso se atualizar, entender as novas tecnologias e buscar as melhores práticas do seu mercado


2. Fortalecimento da marca

Um site ajuda a fortalecer a marca e traz credibilidade e confiança ao cliente, influenciando diretamente no processo de decisão de compra. Mas para isto, seu site precisa ser funcional e útil, ou seja, ao navegar por ele, o usuário deve encontrar conteúdos interessantes e simples que agreguem conhecimento e transmitam confiança.


3. Ampliação de horizontes

Sem a criação de um website e a total inclusão no mundo digital, seu negócio só poderá ter visibilidade local e dificilmente terá potencial para crescimento nacional. Quando você tem um site bem estruturado e no topo da lista do Google, seus horizontes se ampliam.


4. Online 24/7

Sem pagar funcionários e mais impostos, você terá uma plataforma vendendo seus produtos, dando conhecimento sobre o seu mercado e aumentando sua visibilidade 24 horas por dia e nos 7 dias da semana. Ou seja, não precisa vender somente em horário comercial, com site dá pra vender sempre.


5. Marketing de conteúdo

Marketing de conteúdo é uma prática que engaja o seu público, oferecendo material educativo e informativo com potencial certo para deixar o relacionamento empresa X cliente ainda mais próximo, amigável e leve.


6. Monitoramento e métricas

Ao contrário da televisão, rádio ou meios impressos, no mundo digital você consegue monitorar o desempenho da sua campanha em tempo real, fazendo mudanças sempre que necessário e inclusive tirando do ar caso surja algum problema maior. Além disso, existem diversas plataformas que disponibilizam relatórios com métricas de desempenho, isso te dá mais estratégia na hora de alcançar o seu público-alvo.


7. Conversão de leads

Através de um site estruturado, você pode fazer com que as pessoas se interessem pelo seu conteúdo e cadastre o e-mail para receber mais deste material. Depois de entregue a informação de contato desse potencial de cliente (lead), vamos preparando-o e conquistando-o até o momento de compra.


Com um bom site, você pode mais!

Parceiros

Dúvidas

Siga-nos

  • Branco Facebook Ícone
  • Branca Ícone Instagram
  • Branca Ícone LinkedIn

© 2020 Kavod Group. Todos os direitos reservados.